Hélio Duque lamenta o que está sendo feito com a Petrobras

 O ex-deputado federal Hélio Duque (PSDB-PR) e que durante 40 anos trabalhou na Petrobras, lamenta a atual situação da empresa estatal que, segundo ele, “vive hoje uma equação inversa: quanto mais vende, mas prejuízo coleciona”. Para Duque, um economista com vários livros publicados, os governos Lunl e Dilma Roussef são os responsáveis pela execução do projeto de mutilação e enfraquecimento da empresa ao longo de seus 60 anos de história. A seguir, depoimento do ex-deputado ao site Monitor Político, da W.A. Editores, sobre a atualidade da empresa:

 “Os governos Lula e Dilma Roussef são responsáveis pela execução de um projeto de mutilação e de enfraquecimento da Petrobras como nunca antes, em tempo algum, ocorreu na história de 60 anos da empresa. Hoje, a Petrobrás freqüenta as páginas do noticiário policial. Eu, que sou um velho servidor – por 40 anos emprestei parte da minha força de trabalho a esta empresa que é um orgulho nacional – vejo que ela vive hoje, por exemplo, enormes desafios para viabilizar a autossuficiência de petróleo em programas como pré-sal, com necessidade de investir. A Petrobras vive hoje uma equação inversa: quanto mais vende, mais prejuízo coleciona. A Petrobras, a cada 30 dias, perde, somente com os componentes gasolina e óleo diesel, qualquer coisa em torno de R$ 1,4 bilhão, com total aprovação de dona Dilma e deste lamentável energúmeno ministro das Minas e Energia, que realmente deve ter como padrão de desenvolvimento o que fizeram com o seu Estado, que é o Maranhão. Aliás, sempre que falo do Maranhão, lembro-me de seus personagens, como Sarney e Lobão, e relembro-me do Padre Antonio Vieira, eu que fui aluno do Colégio dos Jesuítas, de Salvador. Ele dizia que no Maranhão até o céu mente! Essa gente hoje pratica com relação à Petrobras uma política de autodestruição e de mutilação a níveis inqualificáveis. Dou um testemunho pessoal: tenho ações da Petrobras, como patrimônio para os filhos e netos, compradas a R$ 42,00, mas que nessa semana chegaram a R$ 21,00 e que já chegaram a R$ 12,00, o que demonstra a incompetência com que a empresa é gerida. E até no Paraná vê-se um engenheiro, que por oito anos era um homem que o presidente Lula tratava de Paulinho, preso pela Polícia Federal porque é um notório corrupto, e que foi diretor de abastecimento da Petrobras. Essa é a Petrobras. Isso é o que fizeram com a Petrobras”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *