Leprevost fica no governo até junho

O secretário de Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost (PSD) anunciou nesta terça-feira (31.3.20) que permanece no governo até o próximo 2 de junho, data limite estabelecido pra a desincompatibilização de ocupantes de cargos de primeiro escalão deixem seus postos para disputar as eleições municipais de outubro. Em nota à imprensa, Leprevost relata ter recebido convites deseis partidos para mudar de sigla, mas confirmou que seguirá no PSD para disputar a prefeitura de Curitiba.

 Leprevost também diz estar “absolutamente tranquilo” sobre a possibilidade da entrada de outras lideranças no partido, afirmando ter a garantia por escrito das executivas Municipal e Estadual do PSD de que será o candidato da legenda à prefeitura da Capital, independente de novas filiações no “45 minutos do segundo tempo”.

A afirmação é uma referência à possibilidade de filiação no PSD do atual vice-prefeito de Curitiba, Eduardo Pimentel. A entrada de Pimentel é apontada como parte de uma estratégia para levar a legenda do governador Ratinho Júnior a apoiar a reeleição do atual prefeito, Rafael Greca (DEM), em detrimento da pré-candidatura de Leprevost. O PSD curitibano anunciou o veto à entrada do vice de Greca na sigla, depois que Pimentel se desfiliou do PSDB. No próximo sábado (04), termina o prazo dado pela legislação eleitoral para quem pretende ser candidato às eleições deste ano defina sua filiação partidária.

“Neste momento, meu foco é ajudar a salvar vidas nesta pandemia. Qualquer disputa política virou secundária e até os atritos com adversários de ontem perdem sentido diante do grande desafio que se apresenta pela mão da natureza”, alega Leprevost.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *