Caminhoneiros recebem pacote de medidas do governo federal

Brasília – O governo federal anunciou no fim da manhã de hoje (16/4/2019) uma série de medidas voltadas aos caminhoneiros para melhorar as condições de trabalho da categoria e para tentar evitar uma greve como a ocorrida em maio de 2018. Entre as principais ações estão a recomposição de R$ 2 bilhões ao orçamento do Ministério da Infraestrutura destinados à expansão e duplicação de rodovias federais. Mas a política da Petrobras para o preço dos combustíveis não foi incluída no pacote.

Também haverá uma linha de crédito do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) de até R$ 30 mil para caminhoneiros autônomos e serão construídos locais de repouso para os caminhoneiros.

Eis as medidas:

 

  • Expansão e duplicação de rodovias federais, como a BR 163.
  • Linha de credito de até R$ 30 mil para a compra de pneus e a manutenção de veículos a caminhoneiros autônomos por meio do BNDES. Poderão solicitar o financiamento trabalhadores com até dois caminhões registrados em seu CPF. Serão liberados R$ 500 milhões nessa primeira etapa.
  • Construção de locais para repouso dos caminhoneiros com infraestrutura para banho, refeição e reparos técnicos nos veículos. Esses locais serão obrigatórios em rodovias já concedidas e a nas que serão concedidas no futuro.
  • Desburocratização por meio de documento eletrônico único de transporte, que vai congregar uma série de papéis exigidos atualmente.
  • Renovação da CNH (Carteira Nacional de Habilitação) a cada 10 anos, em vez de a cada cinco anos.
  • Eventos em municípios com assistência médica e odontológica para caminhoneiros promovidos por Sesc e Senai.
  • Estudo da criação do “cartão combustível” para compra de diesel com preço pré-fixado.
  • Estímulo ao cooperativismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *